Henfel

ACOPLAMENTOS HIDRODINÂMICOS

Segurança e alto desempenho

Apresentação

A HENFEL tem se feito presente com seus Acoplamentos Hidrodinâmicos HENFLUID nas principais indústrias de base da nação brasileira, entre outros países deste mundo globalizado. Através da participação nos maiores projetos de implementação e expansão de unidades industriais, e do apoio técnico prestado por seus engenheiros mecânicos e representantes técnicos, a HENFEL prima por um atendimento próximo, focado nas necessidades de toda a cadeia usuária, das engenharias de projeto, ao usuário final.




Receba agora o atendimento de um
consultor Henfel especializado

Preencha os campos abaixo para solicitar nosso contato

INTRODUÇÃO

Os acoplamentos hidrodinâmicos Henfluid foram desenvolvidos e projetados dentro dos mais atualizados conceitos de engenharia, o que propiciou a concepção de um produto com alto padrão técnico e excelente performance de trabalho. Dimensionados a partir de um criterioso estudo, foram criados modelos que atendem projetos com necessidade de potências de 02 HP até 2500 HP.

VANTAGENS

Os acoplamentos hidrodinâmicos Henfluid foram desenvolvidos e projetados dentro dos mais atualizados conceitos de engenharia, o que propiciou a concepção de um produto com alto padrão técnico e excelente performance de trabalho. Dimensionados a partir de um criterioso estudo, foram criados modelos que atendem projetos com necessidade de potências de 02 HP até 2500 HP.

Vantagens da utilização do acoplamento hidrodinâmico HENFLUID

Devido as suas vantagens, os acoplamentos hidrodinâmicos HENFLUID possuem uma vasta aplicação industrial, como: transportadores, extração mineral, processamento mineral, indústrias químicas, alimentícias, máquinas que possuam grande inércia de partida, etc.

FUNCIONAMENTO

As partes principais são dois rotores aletados axialmente, em forma de concha, sendo um o rotor bomba e o outro o rotor turbina, além de uma carcaça lisa que funciona como resevatório de fluído que aloja o rotor interno.

Funcionamento
Informações Técnicas

Os rotores são montados um de frente para o outro com uma folga pré-determinada, não havendo contato mecânico entre eles.

O acoplamento hidrodinâmico HENFLUID funciona como uma bomba centrífuga e uma turbina hidráulica com uma força de entrada como bomba (motor elétrico ou motor de anéis), a energia cinética é transmitida através do fluído no interior do acoplamento, o fluído é acelerado pelo rotor bomba e através da força centrífuga faz-se a transmissão do movimento para o rotor turbina transmitindo o torque para o cubo secundário e conseqüentemente para a máquina acionada. Qualquer um dos rotores pode ser bomba ou turbina, dependendo do sentido da montagem. O desgaste praticamente inexiste, pois não há contato mecânico e a eficiência do sistema é somente influenciada pela diferença entre a rotação de entrada e saída do acoplamento (escorregamento).

REPOUSO
repouso

O fluído de trabalho mantém-se estático no interior do acoplamento.

PARTIDA
partida

A máquina acionada provém à energia para acelerar o fluído de trabalho de modo a gerar uma corrente de circuito. Devido à transmissão da energia cinética do fluído o rotor interno é colocado em movimento.

REGIME
regime

Durante o regime apenas o torque exigido pela máquina acionadora é transmitido pelo acoplamento, estando este apenas apto em absorver as possíveis sobrecargas e não transmiti-las para a máquina acionadora.

SELEÇÃO

A seleção preliminar de modelos e tamanhos de acoplamentos hidrodinâmicos HENFLUID pode ser feita através do gráfico de seleção, disponível no catálogo técnico. Nosso departamento de engenharia de aplicações e vendas técnicas está a sua disposição para dirimir dúvidas e auxiliá-lo ao longo deste processo.

Toda seleção preliminar estará sujeita a alteração ou confirmação após o recebimento do questionário de informações e dados técnicos com informações sobre o motor, equipamento acionado, funções previstas para o acoplamento, dimensões de eixos e layout de montagem devidamente preenchido.

ACOPLAMENTOS HIDRODINÂMICOS COM ÁGUA COMO MEIO DE ACIONAMENTO

A preservação do meio ambiente é prioridade nas atividades da HENFEL.

Por isso, no desenvolvimento de cada um de seus produtos são realizados estudos visando minimizar os impactos dos mesmos na natureza.

Dentro dessa política, foram desenvolvidos Acoplamentos Hidrodinâmicos de Velocidade Constante que utilizam água como fluido de trabalho em substituição ao óleo mineral, o que elimina a possibilidade de eventuais contaminações por este fluido no meio ambiente onde equipamentos deste tipo são utilizados.

acoplamento hidrodinâmico aplicação
Vantagens da Utilização do fluído Água como meio de acionamento

Observação

Não se pode utilizar água em acoplamentos a óleo, uma vez que esses acoplamentos diferenciam-se nos materiais de fabricação aplicados, embora sejam idênticos dimensionalmente.

Gráfico de Seleção

Deve-se observar a variação de potência para esse modelo Henfluid Água, quando estes acoplamentos são selecionados, aumenta-se a potência em 10% para obter o modelo adequado de acoplamento à água a aplicação. Por exemplo, se o motor a ser utilizado é de 200cv, utiliza-se o valor de 220cv.

Especificação

Os acoplamentos Henfluid Água estão disponíveis a partir do tamanho 30.

Com relação à referência dos modelos a água, deve-se acrescentar a letra A após o H para todos os modelos. Por exemplo: HALE, HAFF, HACP, HALF e HAFB.

Especificação para Água
Recomendações Relevantes

CARACTERÍSTICAS

Para uma potência a ser transmitida, a configuração do circuito de fluído e o volume na câmara de trabalho do acoplamento hidrodinâmico HENFLUID determinam a corrente elétrica consumida durante a partida, o torque mínimo de partida, a evolução do torque durante a aceleração da máquina acionada e o torque transmitido em regime normal de operação.

gráfico de características

M/M Nom Alumínio(Silício)

M Ac Alumínio(Silício)

M Mt Alumínio(Silício)

M C Alumínio(Silício)

M Nom Alumínio(Silício)

Sem câmara
Câmara R
Câmara RR
Câmara RRA
Acoplamento HENFLUID tipo H-...

Trata-se da montagem básica do acoplamento HENFLUID, sem câmaras de retardamento, usada para grandes ciclos de partida e com limitação de torque de partida máximo de até 180% do torque nominal e baixa inércia. Recomendado para proteger o sistema de vibrações e sobrecargas.

acoplamento h
Acoplamento HENFLUID tipo H--...R e H-...RR

A configuração H-...R possui câmara de retardamento simples, utilizada para sistemas de grande inércia, que requerem limitação de torque de partida máximo de até 160% do torque nominal. A Configuração H-...RR possui câmara de retardamento alongada, utilizada em sistemas de grande inércia, que requeiram limitação de torque de partida máximo de até 140% do torque nominal.

Como mostrado no gráfico acima, o torque positivo de aceleração resultante é suficiente para que o motor elétrico atinja rapidamente sua rotação assíncrona, ficando, portanto, em sua melhor condição para auxiliar no trabalho de aceleração da máquina acionada, o qual será agora executado pelo acoplamento. Os Acoplamentos Hidrodinâmicos HENFLUID proporcionam também o controle de fluxo de fluído entre a câmara de retardamento, simples ou alongada e a câmara de trabalho através de dispositivos calibrados de passagem de fluído, permitindo várias combinações da vazão de fluído x tempo de aceleração x limitação de torque, otimizando as condições de partida em cada tipo de acionamento.

São aplicados em transportadores de correia, transportadores de corrente, cetrífugas, moinhos, máquinas com grande inércia, etc.

acoplamento hr
H...R
acoplamento hrr
H...RR
Acoplamento HENFLUID tipo H-...RRA

Possui câmara de retardamento alongada e câmara auxiliar de partida. Utilizando-se câmaras auxiliares de partida tipo “A” é possível retirar, no momento da partida, quantidade significativa do fluído inicialmente contido na câmara de trabalho (rotores) do Acoplamento Hidrodinâmico facilitando a aceleração do motor e proporcionando, ao sistema acionado, limitação de torque de partida de 95% a 120% do torque nominal do motor elétrico.

Após completada a aceleração do motor elétrico, a câmara de retardamento alongada “RR” se encarrega de suprir a câmara de trabalho com o volume de fluído retirado na partida pela câmara auxiliar “A”, restabelecendo as condições de trabalho do Acoplamento Hidrodinâmico.

A taxa de vazão do fluído dos rotores para a câmara auxiliar de partida, no início de aceleração do motor elétrico, é muitas vezes superior à vazão proporcionada pelas válvulas de passagem sendo que estas últimas podem ser reguladas através da combinação de orifícios graduados, de acordo com as condições de partida de cada equipamento em particular.

A função principal da câmara auxiliar de partida “A” é proporcionar alívio máximo do torque de partida dos sistemas de acionamento que utilizam motores de curto circuito e rotores de gaiola de média e alta tensão, proporcionando condições para que estes motores acelerem em baixa carga. Destaque especial deve ser dado aos motores elétricos categoria N, de rotor de gaiola simples que, com baixo torque de partida inicial, apresentam alto rendimento na rotação assíncrona.

Os Acoplamentos Hidrodinâmicos Henfluid modelo H-...RRA são recomendados para o acionamento de sistemas de grande inércia, destacando-se os de transportadores de correia de longa distância, inclinados ou não, com acionamento simples ou múltiplo, onde se deseja eliminar os efeitos das tensões transientes nas correias que ocorrem no chamado período de transição, ou seja, da partida da correia, desde sua posição estacionária, até a total aceleração do sistema. Observa-se, na prática, que uma correia transportadora não é um sistema rígido, ou ainda, uma máquina de torque constante, tendo em vista os perfis conhecidos de variação de velocidade durante sua aceleração.

Estas variações são decorrentes da geração de ondas de choque resultantes da diferença natural de velocidade entre a cabeça e o pé do transportador que atingem velocidades de operação defasadas devido a flexibilidade da correia.

A frequência e magnitude das ondas de choque dependem da relação “ta/tu”, sendo “ta” a variação do torque transferido pelo acionamento ao longo do período de aceleração, e “tu” o tempo de oscilação de baixas velocidades da correia (vide figura abaixo). Como “tu” não pode ser alterado pois depende do tipo de correia e seu comprimento, a frequência e intensidade das ondas de choque estão diretamente relacionadas com o tempo ta de evolução do torque de aceleração do sistema. Portanto, quanto maior o tempo de elevação do torque de partida, menor o efeito das ondas de choque no sistema.

acoplamento hrra
H...RRA
gráfico hrra
Tempo de aceleração em segundos
X

Nossos Produtos

X

Nossos Serviços

X

Qualidade Comprovada